top of page
  • Foto do escritorJuliana Garcia Di Pietrantonio

3 motivos para NÃO fazer um acordo verbal de Pensão Alimentícia



1) Os valores não poderão ser cobrados na justiça. Se a pensão alimentícia não for arbitrada por um juiz, os valores que não foram pagos, não poderão ser cobrados na justiça.


2) Risco de receber valores inadequados. Não há nenhuma garantia de que o alimentante esteja pagando o valor devido ao filho. Judicialmente é feita uma análise da condição financeira do contribuinte para que o menor receba o valor adequado.


3) Insegurança para ambos os genitores. Para evitar problemas futuros, defina a pensão judicialmente. Isso trará segurança tanto para quem paga, como para aquele que recebe em nome de seu filho.


Portanto, o correto é que a pensão seja definida pelo juiz ou por meio de um acordo escrito, que será levado para homologação do Poder Judiciário.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page